História da Imigração

Os primeiros registros de imigrantes brasileiros nos Estados Unidos surgiu na década de 1960. Antes disso, os brasileiros eram incluídos em um grupo formado por todos os grupos provenientes da América do Sul e não eram contados separadamente. Das 234.761 pessoas da América do Sul que chegaram nos Estados Unidos entre 1820 e 1960, pelo menos, alguns deles eram brasileiros. Em 1960, o relatório do United States Census Bureau contou 27.885 norte-americanos de ascendência brasileira.[11]

De 1960 até meados da década de 1980, entre 1.500 e 2.300 imigrantes brasileiros chegaram aos Estados Unidos anualmente. Depois que a pobreza no Brasil aumentou rapidamente em meados dos anos 1980, como resultado da hiperinflação do fim da ditadura militar, entre 1986 e 1990 de 1,4 milhão de brasileiros emigrou para os Estados Unidos, assim como para o Japão e a Europa. Assim, entre 1987 e 1991, estima-se que 20.800 brasileiros chegaram aos Estados Unidos. Um número significativo deles, 8.133 brasileiros, chegou em 1991. O censo de 1990 dos Estados Unidos registrou que havia cerca de 60 mil brasileiros que vivendo nos Estados Unidos. No entanto, outras fontes indicam que existem cerca de 100 mil brasileiros que vivem apenas na região metropolitana de Nova York (incluindo o norte de Nova Jérsei), além de comunidades consideráveis ​​brasileiros em AtlantaBostonWashington D.C.Los AngelesMiamiHouston e Phoenix.[11]

Demografia

Os brasileiros começaram a emigrar para os Estados Unidos em maior número na década de 1980, como resultado da piora das condições econômicas no Brasil naquela época.[12] No entanto, muitos dos brasileiros que emigraram para os Estados Unidos, desde esta década não foram registrados.[11] Mais mulheres emigraram do Brasil para os Estados Unidos do que os homens, conforme os Censos de 1990 e 2000 dos Estados Unidos, que mostra a existência de mais de dez por cento do mulheres a mais do que homens entre os imigrantes. As três principais áreas metropolitanas por população brasileira são Nova York (72.635),[3] Boston (63.930)[4] e Miami (43.930).[13] A maioria dos brasileiros que emigraram para os Estados Unidos, pelo menos a partir do década de 1960, são do sul e centro-sul do Brasil e pertenciam às classes média e média alta. Além disso, a maioria deles são de origem europeia. No entanto, também há brasílio-estadunidenses negrosasiáticos (principalmente japonês),[11] ascendência árabe ou judaica.

10 comunidades com maior número de descendentes de brasileiros

  1. East NewarkNova Jersey – 6,20%
  2. North Bay VillageFlórida – 6,00%
  3. DanburyConnecticut – 4,90%
  4. Harrison, Nova Jersey, e FraminghamMassachusetts – 4,80%
  5. SomervilleMassachusetts – 4,50%
  6. Kearny, Nova Jersey – 3,70%
  7. Vineyard Haven, Massachusetts – 3,60%
  8. Deerfield Beach, Flórida – 3,50%
  9. Everett, Massachusetts – 3,20%
  10. Marlborough, Massachusetts – 3,10%

10 comunidades com maior número de moradores nascidos no Brasil

  1. Loch Lomond, Flórida – 15,8%
  2. Bonnie Lock-Woodsetter North, Flórida – 7,2%
  3. North Bay Village, Flórida – 7,1%
  4. East Newark, New Jersey – 6,7%
  5. Framingham, Massachusetts – 6,6%
  6. Harrison, New Jersey – 5,8%
  7. Danbury, Connecticut – 5,6%
  8. Somerville, Massachusetts – 5,4%
  9. Sunshine Ranches, Flórida – 5,1%
  10. Flying Hills, Pensilvânia – 5,1%

Fonte: Wikipedia
https://pt.wikipedia.org/wiki/Imigra%C3%A7%C3%A3o_brasileira_nos_Estados_Unidos